terça-feira, 6 de março de 2012

Apostei Minha Esposa

Oi, meu nome é JUSCELI sou loira,30 anos, olhos castanhos , 166 cm de altura bem distribuídos, peitos grandes com , quando passo na rua olham também muito para meu rosto, com desejo me beijar. Pernas grossas e bumbum malhado, tudo pra ficar mais linda pro meu marido que tem um penis de uns 16 cm.ele é um vigilante que sempre me deu tudo oque eu quis, nunca trabalhei, sempre fui mulher dona de casa ou madame de shopping centers. meu relacionamento com meu marido sempre foi muito fixo, sem traições, ao menos pela minha parte, e pela dele imagino que sem traições tambem, mas impossivel garantir, sabem como sao os homens ne? morávamos numa casa que era da minha sogra em limeira são Paulo, tinhamos uma moto e um fusca 69 por ano, tudo e um pouco mais...
nosso relacionamento sempre foi com poucas safadezas, meu marido sempre cuidou muito bem de mim fazíamos somente sexo casual e pronto, eu me satisfazia assim, por não ter tido muitos parceiros, ele foi meu terceiro, e ele se satisfazia também, porém somente fazendo sexo, nunca havíamos cogitado sexo anal e nunca o deixaria gozar na minha boca, tinha nojo disso tudo, muito nojo. todas as quartas meu marido saia pra jogar bola e depois jogar baralho truco 21 etc com o seus colegas de serviços ,.. e ele sempre voltava com um sorriso no rosto por ser um bom por ganha no jogo de carta , saber apostar... chegava a ganhar r$400 reais em um dia.. e eles tinham um combinado entre eles, quando acabasse o dinheiro de algum, eles podiam apostar carro, oque quisessem dependendo apenas se todos da mesa aceitarem. eu estava em casa na quarta, como sempre jogando truco... ele tinha uma jogada boa e achou que nada poderia bater aquele jogo, nem nada nem ninguém... estavam na aposta somente ele e mais 6, o rodrigo, alberto, steve, jõao, e um baixinho que nao sabia o nome.. quando acabou o dinheiro do sr joão que tinha 58 anos que é um negro forte, porem sempre fedorento ele, que tambem tem dinheiro apostou seu carro, uma, quando todos fugiram da aposta meu marido cobriu a aposta com o carro dele, agora havia ficado somente ele e o sr joão, que disse - aposto minha mulher toda pra mesa por 1 final de semana - e o sr João, infantilmente e orgulhosamente cobriu sua aposta apostando a mulher dele, ou seja, eu... quando foram abrir as maos, os dois estavam tensos, afinal valia a mulher deles....sr joão abriu sua mão, uma jogada , todos olharam pra sr joão o sacaneando como ele ja estivesse perdido quando ele mostra uma sequencia maxima do mesmo naipe, meu marido havia perdido, e eu seria a mercadoria dessa aposta..
foram todos os 6 la para casa após a partida para ver meu marido contando para mim oque ele tinha feito... quando ouvi aquilo batei como uma bomba, fiquei puta da vida ameacei me separar dele dei um escândalo, porém não teria escolha.. saberia q se não fizesse ia colocar em risco a minha vida e a vida do meu marido, pois sabia que o rodrigo era dono da empresa e o alberto o encarregado.. eles me falaram que sexta à tardinha iriam à um sítio, em itaipava, pois "a festa" iria ser la... passei a noite sem falar com meu marido e de manha conversamos ele me pediu desculpas eu aceitei mas nao voltei a falar com ele, e nao permiti ele me tocar nem um dedo... estava com verdadeiro nojo..
deu sexta feira, eu estava com medo, coloquei uma roupa comportada.. como eu usava normalmente...eles chegaram, mas somente o sr joão que era o pai de rodrigo, o alberto e o steve o eles riram e mandaram eu colocar uma que eles tinham comprado.. uma saia bem bequena que mal cobria minhas coxas e mandaram eu ir sem calcinha, um sapato transparente bem alto e uma blusinha com um decote absurdo e mandaram eu deixar minha mala com roupas em casa que nao ia precisar delas.. comecei a ficar preocupada, queria saber qual seria a intenção deles...
já na estrada o rodrigo e o Alberto que estavam no banco de trás começaram a passar a mão em mim, no começo não aceitei mas logo fui informada que quanto mais resistencia pior seria.. entao deixei eles passarem a mao.. rodrigo mais abusado deu um chupão no meu pescoso que ficou marcado, foi de proposito, ele fez questão de deixar bem claro... pegamos um transito e no caminho tinha um barzinho de caminhoneiros.. só havia caminhões ali... eles pararam e mandaram eu ir la e comprar uma cerveja pra cada um.. saí do carro e os olhares de todos foram para mim.. um corpo daqueles em um lugar que só havia homens, com uma roupa nada discreta e um chupão no pescoço.. ouvia gritos de gostosa, vagabunda, vadia.. fiz questão de comprar logo e ir rapido pro carro... quando cheguei perto o alberto colocou o pé com o tenis no chao, em mandou eu amarrar seu cadarrço... comecei agachada mas logo ele mandou eu ficar com as pernas esticadas e a saia subiu, que vergonha, todos me vendo ali, quase nua.. quando acharam q ja bastava mandaram eu entrar no carro e ir com eles.. chegamos em itaipava.. era uma uma chácara um quarto para cada um... chegamos.. todos foram me agarrando e me levaram para a sala.. chegando la me beijaram e colocaram seus penis para fora.. e srjoão ordenou chupa, fiz cara de nojo, e nao quis, começou a forçar e me deu um tapa forte no rosto e falou chupa caralho to perdendo meu tempo.. a noite de sexta ia ser um inferno... chupei aqueles cinco de todas as maneiras. engasguei com o penis e todos gozaram na minha boca, meu cabelo, meus peitos e fomos para a sauna... chegando la ja estavam se reanimando e mandaram-me chupar a todos denovo estava dormente minha boca.. tive que chupa-los mesmo assim depois começou a tortura.. todos tinham penis maiores doque o do meu marido, entre 19 e 21, só o joão que tinha algo descomunal.. uns 27cm, bem grande mesmo.. alberto me colocou de quatro e começou a forçar minha bucetinha... até que entrou, mesmo devagar doeu, pois eu estava seca, aquilo entrava e doía até que resolveram passar sabonete.. encheram de sabao líquido e começou a me comer, forte, sem nem ligar pras minhas dores, eu chorava e pedia pra ir devagar, ele comia forte e uns 15 mim gozou... assim tambem como steve q me comeu e gozou no meu utero, sem camisinha mesmo, sorte q estava com minhas pílulas em dia...sobrou somente o rodrigo e o joão... joão encheu minha boca som sua tora e rodrigo começou a comer forte, estava ardida, doía muito eu chorava e ele bombava..até que veio a vez do joão, pedi pra nao fazer, que ia doer muito, estava ardida, ele falou temos voce até domingo à tarde sua piranha... e começou a me comer de quatro, começou a sangrar e doer muito parece q ele arrebentou alguma coisa dentro de mim, ele ficou ennojado e tirou seu penis de dentro, senti um buraco ficar.. até q ele resolve comer meu cú, eu falei q nao, nunca tinha feito e ele falou q hoje era o dia.. me levou pro quarto.. todos foram juntos ver aquela tortura.. alberto e rodrigo seguraram minhas maos e steve amarrou meus pés na cama.. e joão falou.. hoje todos vamos comer seu cu, voce é a puta daqui, prostituta entendeu? Seu marido é um corno começou a forçar e eu desmaie, acordei 10 minutos depois com ele ainda bombando e com uma dor terrível, eu chorava e ele continuava bombando forte, doía tanto, queria desmaiar denovo.. ele bombou até que gozou no fundo do meu cú com aquela tora toda atolada na minha bunda.. tiro seu penis com sangue do anus e falou q eu era nojenta q ficava sangrando...
me desamarraram e assim durmi.. acordei tarde,.. umas 2 da tarde com eles me levando pro banho.. me lavaram e falaram q hoje q ia começar.. falei q tava com fome e sede, me deram um copo de suco e falaram q se eu comesse ia defecar, essa hora tremi de medo.. começaram a passar a mão em mim.. todos me comeram e avisaram q odia ia render.. pois tinham tomado viagra.. comecei a chorar.. me comiam e sem parar, revezavam.. mas sempre um comendo ou minha bundinha ou minha bucetinha.. até que quando eu estava sentada com meu cú no penis de steve joao colocou em minha buceta, dei um grito e soquei ele no rosto, ele nao gostou e reagiu enterrando tudo até o talo.. voltei a chorar muito, e sangrar... começaram a comer com violência e steve trocou com todos, menos sr João q continuava na minha buceta.. até que alberto se deitou e mandou eu sentar no pau dele, de frente pra ele.. sentei ingenuinamente.. atéque ele me segurou e senti joão entrando por minha porta de tras.. fui deflorada, acabada, arrombada, todas as palavras possiveis, depois que acabou aquele sofrimento eu fui tomar banho e nos meus buracos cabiam 2 dedos no minimo...
depois de banho tomado mandaram eu colocar uma tanga branca e um topizino minusculo, como um bikini muito enfiado.. alberto me levou e me deixou la uma noite.. foram 4 serviços para mais de um homem, fiquei acabada e alguns achavam q eu tava gritando de mentira, e mandavam eu calar a boca e parar de histeria.. mas nao conseguia... era mesmo da dor que eu sentia só em sentir que alguem iria colocar algo em mim.. fiquei com a boca grudando de gozo, um nojo...
depois disso fiquei 2 meses sem fazer sexo com ninguem... fiz as pazes com meu marido e agora estamos voltando a fazer sexo.. mas um pouco mais forte.. nao sinto mais tanto tesão assim nele.. aliais ja testei joão..

Nenhum comentário: